Orla Cultural


Deixe um comentário

Agenda Cultural do Palácio das Artes, Praia Grande.

ab46a32651914208c68ba3dcf5853d7e

3ff6b6b3b075e9ae72d7623930bd5a066ba73f42c580c3bfbdbd47dd58bfa11d99beeaeabd3c78223ca418493f85126e

Anúncios


Deixe um comentário

Exposição “Ingredientes do Brasil” na Casa Martim Afonso, dia 17 de dezembro às 18h.

zaida conviteFotógrafa Zaida Siqueira mostra panorama da produção artesanal de alimentos na exposição Ingredientes do Brasil

 Resultado de pesquisa de mais de uma década, a mostra Ingredientes do Brasil, da fotógrafa Zaida Siqueira, traz um panorama da produção artesanal de alimentos em várias regiões do país. Esse trabalho complementa o Cozinhas do Brasil, projeto de livro e exposição realizado em 2007, cujo olhar está voltado para os hábitos e elementos do cotidiano doméstico brasileiro:”Comecei fotografando as cozinhas, o que despertou curiosidade pelo processamento dos ingredientes em locais onde ainda se tem contato direto com matéria básica da comida, extraída pelo próprio consumidor final.Os ingredientes típicos, arraigados à cultura, as tradições ancestrais relacionadas à extração, tudo isso me motivou a ir atrás desse conhecimento”, diz a fotógrafa.

Segundo ela, outro fator que a levou a ampliar o projeto foi a ignorância das pessoas em relação aos ingredientes presentes mesmo em comidas muito populares: “Nos centros urbanos, quase não se sabe que pão de queijo é feito a partir de mandioca, que é o ingrediente do polvilho, ou que maisena e fubá são feitos de milho”.

A exposição traz 120 imagens e 20 objetos. Foram retratadas seqüências de procedimentos para a produção de farinhas, óleos, sal, açúcar, café, chocolate, condimentos e corantes, e também féculas de milho, de mandioca, de batata, de araruta, óleo de coco, de dendê, de buriti, de pequi. Zaida construiu um mosaico fotográfico de plantas nativas do Brasil, encontradas em canteiros, como a ora-pro-nobis (rogai por nós, em latim), assim chamada porque costumava ser plantada atrás das igrejas. Beldroega, bredo, taioba, dente-de-leão, serralha, vinagreira, plantas de grande valor alimentar, “os nossos valiosos matos, ricos em nutrientes, infelizmente pouco valorizados”, integram a mostra.

As fotos foram realizadas em todas as regiões do país: “Tocantins, Mato Grosso, Rio Grande do Sul, Paraná, Amazônia, Nordeste, rodei tudo”, diz a fotógrafa, que retratou ingredientes de pratos típicos regionais, como o agrião-do-Pará, o jambu, “que faz dormir a boca”, usado no tacacá e no pato no tucupi.

Objetos, como cestos, gamelas e vidros, contendo diversos tipos de farinhas podem ser tocados. E processadores como tipiti, pilão e peneiras também poderão ser encontrados

 “É uma experiência rica”, diz Zaida, “todos deveriam ao menos uma vez na vida produzir a própria comida, a farinha ou o óleo. A alegria e a comunhão fazem parte desse processo, que promove a convivência e está na raiz de muitas festividades”.


Deixe um comentário

Horário de funcionamento do Memorial das Conquistas durante a alta temporada 2015/2016.

Como todos os anos, o Memorial das Conquistas estará com o seu funcionamento alterado durante a Alta Temporada 2015/2016.

 

Durante todo o mês de Dezembro, Janeiro e Fevereiro (do dia 07 de Dezembro de 2015 até 29 de Fevereiro de 2016), o museu abrirá todos os dias, de segunda a segunda, das 09h às 18h (permanência dos visitantes até as 19h).

 

O Memorial conta com dois tipos de visitas:

Visita Monitorada (R$ 13,00) e Visita Simples (R$ 8,00).

 

Venha passar suas férias conosco!

 


Deixe um comentário

Forte São João em Bertioga recebe a exposição “Café e Folclore Caipira”

Forte São João

A fortaleza mais antiga do Brasil fica aberta à visitação pública, de segunda-feira a domingo, das 09 às 17 horas. O Forte fica na Avenida Vicente de Carvalho, entre o Canal de Bertioga e a Praia da Enseada (Centro). As visitas são monitoradas e a entrada é franca.

Exposição no Forte

O Forte São João está recebendo a exposição ‘Café e Folclore Caipira’, aberta ao público até o final de dezembro, de segunda-feira a domingo, das 9 às 17 horas. A mostra é composta por oito banners e dois painéis, que ilustram as tradições e costumes do folclore caipira e assuntos relacionados à cultura rural. Superstições, simpatias, dicas, receitas e técnicas medicinais caseiras são contadas de maneira lúdica e irreverente para o público, sempre tendo o café como protagonista. A iniciativa é do Museu do Café, instituição da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, em parceria com a Prefeitura de Bertioga. A entrada é livre.